Sant'Ana, Padroeira da Diocese

Alt

Padroeira da Diocese de Tianguá, Santa Ana ou Sant’Ana é a mãe de Nossa Senhora e avó de Jesus. O nome “Ana” vem do hebraico “Hanna” e significa “graça”. Sobre ela, porém, há poucos dados biográficos. Santa Ana era de família descendente do sacerdote Aarão e esposa de São Joaquim que, por sua vez, era descendente da família real de Davi. 

Santa Ana tinha um grave problema: era estéril não conseguindo engravidar mesmo depois de anos de casada. Santa Ana e São Joaquim, porém, eram pessoas de fé e confiavam em Deus, apesar de todo sofrimento que viviam. Confiando na graça de Deus, São Joaquim retirou-se ao deserto para rezar e fazer penitência, quando um anjo do Senhor lhe apareceu, dizendo que Deus havia ouvido suas preces.

Pouco tempo depois que São Joaquim voltou para casa, Ana engravidou. Deus estava preparando aquele casal para gerar Maria, a virgem pura concebida sem pecado. Assim, Santa Ana tem importante papel na História da Salvação, não só por ter gerado Maria, mas também pela formação que possibilitou à futura Mãe do Salvador.